Counter-Strike e EverQuest são proibidos no Brasil

Em uma decisão judicial proferida pela 17ª Vara Federal da Seção Judiciária do Estado de Minas Gerais, os jogos Counter Strike e Everquest foram considerados “impróprios para o consumo”, ou seja, proibidos em todo o Brasil. A notícia foi divulgada pelo site oficial do Procon de Goiás, que já começou a caça às bruxas por lá, e deve apreender todas cópias desses títulos em Lan Houses do estado.

Segundo o Juiz Carlos Alberto Simões de Tomaz, esses jogos foram considerados “nefastos”, sendo que enquanto EverQuest “leva o jogador ao total desvirtuamento e conflitos psicológicos pesados”, Counter Strike é considerado um jogo que “impressiona pelo realismo”, e nele traficantes do Rio de Janeiro seqüestram e levam para um morro três representantes da Organização das Nações Unidas. A polícia invade o local e é recebida a tiros“. Uma alusão extra-dramatizada da famosa fase cs_rio, que, curiosamente, foi criada por um usuário e não faz parte do jogo original.

Além da evidente ignorância sobre o assunto, as autoridades responsáveis demonstraram o quão lenta e imprecisa a justiça brasileira pode ser. Counter Strike e Everquest já podem ser considerados ultrapassados e possivelmente essa ação judicial tem como base a febre das Lan Houses do começo da década.

Counter Strike e Everquest então se juntam a uma curta lista de outros jogos que foram proibidos no país, como Carmageddon, Postal e o primeiro GTA. Verdadeiros clássicos eternizados pela proibição.

Outerspace

Deixe um comentário

Seu e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.