Oh! Dívida Cruel – Livro e Blog

O limite do cheque especial estourou faz tempo? Você não consegue pagar os juros do cartão? O agiota está no seu pé, cobrando a dívida do empréstimo? Nem promessa você anda pagando porque já perdeu o crédito com o santo? Então você é como boa parte dos brasileiros. Se você ainda tem algum dinheiro na carteira, aproveite e compre este livro. Ou pague com pré-datado. Aqui, você vai se divertir com as sugestões para arranjar fiador, para driblar credores e tudo o que você precisa saber para sobreviver no mundo da grana curta. Uma obra que é igual ao seu salário: dá muita vontade de rir.

Compre aqui.

O Blog Oh! Dívida Cruel, tambem tem boas histórias para contar:

Paguei a conta do bar com notas do Banco Imobiliário

 

 

Sempre que vou a um bar, pergunto se aceitam cartão. Mas desta vez eu tinha vindo de dois bares e a última coisa em que pensei foi perguntar se aceitavam cartão. Depois de 4 tequilas, 2 absintos e 13 chopp eu nem conseguia pensar. Quando também não conseguia mais andar, resolvi pagar a conta. Foi então que descobri que não aceitavam nenhum tipo de cartão. Fiquei sóbrio na hora. Se no Brasil existisse banco 24 horas, eu teria sacado. Abrindo a carteira, a única coisa que achei foi uma nota de banco imobiliário.  Ao oferecer aquilo, o gerente achou que fosse alguma brincadeira. Aí eu disse que brincadeira era o preço da conta. Disse ainda que como todo endividado, eu nunca tenho dinheiro, só cheque. Depois de 1 hora de conversa eu já estava completamente sóbrio e o gerente finalmente me liberou. Como prometi, no dia seguinte paguei o que devia, fazendo um depósito na conta do restaurante. Em dinheiro. Com notas do banco da Barbie.

Quem canta suas dívidas espanta

Decore a letra e cante com o gerente do seu banco.

Epitáfio

Cantar no ritmo da música Epitáfio, de autoria Composição: Sérgio Britto Interpretação dos Titãs

Devia ter me endividado mais / Ter comprado mais / Gastado pra valer / Devia ter viajado mais / Namorado mais / Ter feito o que eu queria fazer / Queria ter entendido, as dívidas como elas são / Elas prescrevem em 5 anos, até aquelas do cartão. / Quando eu voltar, vocês vão ver / O que é que faz um devedor assumido / Quando eu voltar vocês vão ver / O que é que faz… / Devia ter pagado menos / Negociado menos / Sem medo de me expor / Devia ter sofrido menos / Com juros tão pequenos / Ter morrido com louvor / Queria ter aceitado a dívida como ela é/ Decidindo sem melancolia, pagar ou não o que vier / Quando eu voltar, vocês vão ver / O que é que faz um devedor assumido / Quando eu voltar vocês vão ver/ O que é que faz… / Devia ter pagado menos/ Negociado menos / Sem medo de me expor

 Você acha que acabou? Só o dinheiro mesmo!!! Tem no Youtube tambem:

 

 

Deixe um comentário

Seu e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.