Final Fantasy 8 PT-BR

final_fantasy_viii_04

Passo-a-passo!

O projeto de tradução de Final Fantasy VIII foi iniciado em meados de 2005, pelo Darkl0rd, hoje um dos responsáveis pelo projeto. Naquela época, pouco se sabia sobre a estrutura do jogo, e traduções de PlayStation ainda possuiam algumas dificuldades técnicas que hoje praticamente são inexistentes, e isso tornava a programação de ferramentas um processo demorado e sujeito a erros.

Em pouco tempo já se tinha ferramentas funcionais, para a descompressão dos diálogos do jogo, e para a geração dos scripts que, mais tarde, seriam traduzidos. Com a ajuda de um velho conhecido do Fórum UOL Jogos, a primeira equipe foi montada e os trabalhos de tradução se iniciaram. O problema era que, naquela época, os membros da equipe tinham pouca experiência e muitos erros foram cometidos. A começar pelos scripts, que eram extraídos de uma forma que exigia muito trabalho manual, e eram bastante sujos, repletos de elementos não-textuais explícitos, que atrapalhavam e muito o processo de tradução. Os tradutores também não tinham muita experiência, o que acarretava em erros de tradução em excesso, resultando em um excesso de trabalho para a pessoal até então encarregada da revisão e inserção dos scripts.

O caminho tomado levaria a apenas um lugar: o fim do projeto. Vários motivos fizeram a equipe original se dissipar, incluindo os citados no parágrafo anterior. O fato é que o projeto havia morrido, isso no início de 2006, e boa parte do trabalho feito até então fora perdida.

Em meados de 2006, Fallen_Soul e Anime_World conseguiram retomar o projeto, formando uma equipe quase que inteiramente nova. Darkl0rd, o idealizador do projeto, veio junto. Assim o projeto renasceu das cinzas, com muito mais força do que antes. Novas ferramentas foram programadas, ótimos tradutores foram recrutados, e diversos frutos nasceram a partir do projeto, como o Script Manajo, um gerenciador de scripts para traduções em grupo, criado pelo Fallen_Soul.

Um novo começo

As novas ferramentas trouxeram muita facilidade e agilidade ao processo de tradução. Diferente das antigas, quase todo o trabalho passou a ser feito de forma automática, com pouco interferência manual. O resultado foi o lançamento de um beta pré-alfa, poucos meses após a retomada do projeto. Este beta possuia todos os diálogos traduzidos até a conclusão da missão de admissão do SeeD, e serviu como “aperitivo” para que toda a comunidade pudesse ter um gostinho de como seria o resultado final.

Se você entende de Inglês e quer ajudar a tradução de mais esse clássico de PSX chegou a sua hora, no site do projeto tem todas as dicas e contatos.

Obs: A GameStation pode ser baixada aqui e o beta publico do cd 1 aqui.

2 comentários

  1. uia! eu tenho essa revista

    • cavves em 03/08/2009 às 21:37

    Coloca na sua “lista de vendas” que eu compro. hehehe

Deixe uma resposta

Seu e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.