A delicada nostalgia dos ero-games de MSX

É um passatempo meu vagar pela web procurando screenshots de antigos games de MSX. Acho relaxante admirar essas ilustrações bonitinhas, enquanto fico fantasiando sobre o tempo em que um computador doméstico tinha um processador de 3,6MHz de freqüência e 16Kb de RAM. Ah, os velhos tempos…

Para mim, os melhores screenshots são os de RPG’s eróticos. Em geral de bom gosto e bom humor, eles demonstram o verdadeiro potencial da plataforma – ou, se você preferir, a competência sobre-humana dos desenvolvedores, que faziam milagres com 16 cores e um punhado (256 x 192, para ser exato) de pixels.

Há algo de doce na estética desses antigos RPG’s japoneses… Uma certa inocência, como se seus gráficos limitados refletissem uma visão mais simples, talvez mesmo mais otimista do mundo. Produzidos por pequenas softhouses, jamais lançados fora do Japão, hoje quase esquecidos, são pequenos e belos fragmentos de um passado próximo, que apenas a escala de tempo vertiginosa da história da computação torna distante.

Autor do post: Xperroni

Deixe uma resposta

Seu e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.