Preço do PlayStation 3 no Brasil deve cair 30%

O preço do PlayStation 3 deve cair por volta de 30% a partir do primeiro semestre de 2013, quando a Sony começará a fabricação do console no Brasil. Isso significa que o PS3 passaria dos atuais R$ 1.399 para cerca de R$ 980.

O índice é equivalente ao percentual de impostos e taxas de importação que devem ser cortados com o início da produção nacional.

Hoje, cerca de 60% do preço brasileiro do videogame é feito de impostos. “No Brasil, os consoles estão na mesma categoria de tributação do tabaco e do álcool”, diz à Folha Leandro Venditti, gerente de marketing de PlayStation no Brasil. “É uma das maiores cargas mundiais para a Sony”, completa.

O IPI (Imposto Sobre Produtos Industrializados) e outras taxas menores caem bastante quando a produção do bem é produzido no Brasil –o percentual exato depende do índice de nacionalização dos componentes internos do produto em questão.

Mas o ICMS (Imposto sobre Circulação de Mercadorias e prestação de Serviços) e alguns outros impostos, no caso do PlayStation, não sofrem alterações mesmo se o hardware for montado em fábricas do país. O ICMS do Brasil para charutos, cigarros, garrafas de uísque e PlayStations chega a quase 25% do preço total dos produtos.

Quando reduziu o preço dos games recém-lançados no Brasil para de R$ 199 para R$ 149, a Sony verificou um aumento de vendas de 40%, segundo informações da própria empresa.

A Sony ainda não sabe a data exata do início de fabricação do PlayStation 3 no Brasil. O mês exato dependerá de “uma série de avaliações técnicas, operacionais e estratégicas” com a Suframa (Superintendência da Zona Franca de Manaus), desde que o anúncio oficial foi feito, no início do mês.

Apesar de significativa, a provável queda de 30% no preço do PlayStation 3 será menor do que a redução de 40% que a Microsoft conseguiu com a fabricação do Xbox 360 no Brasil, que começou no fim do ano passado –o console foi de R$ 1.299, na versão mais básica, para R$ 799.

A decisão mostrou-se acertada: o aumento de vendas do Xbox 360 em diversos varejistas do país ultrapassou os 200% em outubro, quando começou a vigorar o corte de preço do console.

Fonte: Folha

Deixe uma resposta

Seu e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.