Vamos falar de cinema – NOÉ

noe_filmeComo prometi, volto para nossa sessão de críticas.

Galerê, it’s me again!

Será que vocês já me reconhecem pelo modo que me apresento: ‘galerêeeeê’? risos…

Como prometi, volto para nossa sessão de críticas. Aliás, gostaria de esclarecer esse ponto. Sempre achei essa palavra muito forte, muito pesada, quem sou eu para criticar o trabalho de alguém?

Não sou formada em cinema e não tenho conhecimento técnico aprofundado, apenas aquele que me proponho a pesquisar.

Assim, eu vou mudar essa proposta.

O que irei fazer nas minhas matérias, é expressar a minha opinião sobre séries, livros e filmes. E de modo algum isso significa que a minha maneira de pensar sempre e apenas será a correta. Vocês, definitivamente, não precisam concordar. Gostaria de saber a opinião de vocês sempre! É muito bacana essa interação e sempre bem vinda!

Com isso encerrado…

NOÉ – o que falar desse filme?

Bem, é difícil, delicado tratar desse filme. Até agora não sei bem se amei, gostei ou apenas fiquei indiferente (fato que que seria bem difícil!).

Acho que minha primeira informação a vocês sobre ele é:

Vá de mente aberta.

Se você for daquele tipo de religioso que segue, acredita e entende que a Bíblia deve ser retratada em sua essência, em qualquer tipo de arte, do modo que foi estabelecida no mundo… simplesmente não assista. Você irá se decepcionar.

Porém, caso você entenda que um filme é apenas uma arte, um meio de representar, nem sempre em sua completude, uma história que pode ser real ou não, assista.
O diretor Darren Aronofsky teve uma visão, ao menos, peculiar quando retratou a história de Noé e sua Arca.

Como fica óbvio em seu título, o filme conta a história de Noé. A estrela principal é Russel Crowe mas ele não é a única estrela da história. O filme está repleto de bons atores: Jennifer Connelly, Emma Watson, Anthony Hopkins e Ray Winstone são alguns deles.

Eu digo que o diretor foi no mínimo peculiar e ousado, pois, a impressão que fica é que ele entendeu a Bíblia como um conjunto de metáforas para inspirar o homem. Assim, ele criou uma nova maneira de se contar essas metáforas. Essa, muito mais fantasiosa e próxima das atitudes humanas do que eu poderia imaginar.

No caso, Noé está sujeito a uma vida com visões divinas e vive com sua família, tentando pregar os ensinamentos do Criador sobre o equilíbrio e o respeito a natureza e aos animais.

Noé vive isolado, pois os ‘homens de Caim’ tomaram o mundo, o poluindo e sujando com suas más atitudes, destruindo tudo que havia de bom na Terra. Belo dia, tem uma visão com a inundação que tomaria o mundo e traria o novo éden. Decidido a fazer isso acontecer, ele atravessa o deserto e encontra uma raça de anjos caídos que, castigados por Deus por não conseguirem proteger o mundo dos próprios homens, vivem como gigantes de pedras: os guardiões.

Noé constrói a Arca e é nesse ponto que tudo fica muito mais negro do que na história que lembro. Sempre imaginei um ser pacífico e bondoso. Não é isso que vemos na atuação de Russel. Vemos um personagem capaz de fazer o que for preciso para chegar a seu objetivo, utilizando sempre o nome de Deus.

Bem, pelo menos é isso que parece até próximo ao final, quando ocorre uma reviravolta no enredo.

A questão é, o diretor e o elenco de atores conseguem demonstrar ações e reações muito mais humanas aos personagens da Bíblia. O que ao mesmo tempo achei interessante e me assustou (comum e muitas vezes imperceptível como o estranho ou diferente assusta o homem, não é?).

Sem contar os efeitos especiais do filme, que apesar de não indicar a necessidade (de se pagar o absurdo) do ingresso 3D, fazem o seu trabalho direitinho.

O filme, que chegou a ser proibido em países como Malásia, Emirados Árabes Unidos, Qatar, Bahrein, Kuait e Indonésia recebeu muitas críticas de todos os cantos do mundo.

Mas acredito que muito pela própria percepção e a própria polêmica que se criou em volta do mesmo. Além da capacidade de narrar uma história contada mil vezes de um outro modo.

Minha opinião é: Vale o tempo perdido.

Mas ainda não sei se gostei, se amei…ou se sei lá, sabe? Me digam vocês!

Já viu esse filme?

Tem algum outro que lançou recentemente e gostariam de falar ou me ver falando?

Se interessou pelo Noé?

Abaixo segue link com o trailer oficial:

Corra até o cinema, acabou de lançar!

Grandes beijos, viciados!

 

By Lalinha

Deixe uma resposta

Seu e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.