Filme de MGS não acontece por causa da Konami e Sony

Há dois anos atrás, a possível adaptação para cinema de Metal Gear Solid ganhou força novamente, quando se supôs que David Hayter, a voz de Big Boss e Solid Snake, estava trabalhando na sua adaptação. Falou-se até mesmo de Kurt Wimmer, produtor de filmes como Equilibrium e Ultraviolet, como produtor do filme.

Hayter, roteirista de profissão (criador de roteiros de filmes como X-Men 1 e 2, Watchmen e o Escorpião Rei), foi contatado pelo blog MTV Movies para falar do que aconteceu com o filme.

“Há um par de anos, um produtor amigo meu perguntou-me se estava interessado na adaptação. Eu claramente que sim, ainda por cima conhecia bem do que se tratava. Posso dizer sem medo de me enganar que conheço do que se trata melhor do que qualquer roteirista, uma vez que fui eu que disse cada palavra que Snake falou nos jogos.”

Hayter assinou e enviou um roteiro, começando uma pré-produção que parou de repente. Segundo ele, tudo foi adiado devido em parte por motivos na política da Konami. “Além disso, penso que a Konami e a Sony nunca conseguiram chegar a um acordo de forma satisfatória. Pelo menos foi o que eu ouvi.

“Escrevi uma ideia para o filme que ainda penso ser espetacular. Mas existem sempre adiamentos e disputas em relação a quem vai ficar com os direitos para realizá-lo e que grau de envolvimento e controle terá o sr. Kojima. Tudo isso precisa de estar bem definido antes de eu começar.”

Ao que tudo indica uma disputa pelo controle criativo do filme, a Konami procuraria a máxima fidelidade e a produtora maior liberdade na abordagem do filme, mantém a adaptação de Metal Gear Solid para o cinema em espera.

Deixe uma resposta

Seu e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.