Volte as aulas com os heróis de “Diablo” e “Assassin’s Creed”

Os games avançam no mercado brasileiro. Ou melhor, em vários mercados. A Tilibra, fabricante de material escolar, anunciou uma parceria com a americana Blizzard, desenvolvedora dos games World of Warcraft e Diablo III, e a francesa Ubisoft, dona da franquia Assassin’s Creed, que levará os personagens desses jogos para as capas de cadernos escolares.

Em entrevista ao site de VEJA, Rubens Passos, presidente da Tilibra, explica como encontrou nos videogames um aliado para se aproximar dos estudantes. “Queremos licenciar todos os jogos de sucesso no Brasil.” Confira a entrevista do executivo a seguir.

Por que usar personagens da Blizzard nos cadernos? Nosso público alvo é o estudante brasileiro. Conduzimos anualmente pesquisas de mercado que mostram as preferências deles com o objetivo de saber o que eles gostariam de ver nas capas. Como a Blizzard tem uma seleção muito boa de games, com títulos de sucesso, decidimos negociar a parceria.

A Tilibra já usa o modelo há três anos. Qual foi o primeiro jogo licenciado? O nosso primeiro licenciamento foi God of War, da Sony. Também licenciamento Killzone, para PlayStation. Depois, vieram Blizzard e Ubisoft, responsável pela série Assassin’s Creed. Estamos com uma seleção campeã de personagens.

Como é conduzida a pesquisa com estudantes? Temos diferentes mecanismos para identificar o que desejam os alunos. Todos os anos, participamos de feiras nos Estados Unidos para conhecer de perto novas propriedades intelectuais. Nesses eventos, todas as empresas que têm interesse em licenciar seus personagens organizam exposições. Esse é um caminho. Também ficamos de olho no que sai na imprensa. Não são raras as reportagens sobre o sucesso dos games no Brasil. Nossa equipe de marketing tem como uma de suas prioridades ficar antenada nos jogos de maior sucesso no país. Atrelado a esse trabalho interno, contratamos agências especializadas em pesquisa de mercado para conversar direto com os nossos consumidores. É assim que monitoramos as preferências.

Deixe um comentário

Seu e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.